Alunos do 4° ano – Desenvolvimento das crianças

Um ano letivo começa e o professor se depara com mais um desafio: dar continuidade ás propostas pedagógicas e ampliar as possibilidades de aprendizagem concernentes àquele novo ciclo.

Certo de que os saberes são agregados e construídos ao longo do tempo, cabe aos pais e professores a missão de proporcionar um ambiente alfabetizador e letrado.

Nesse artigo iremos falar dessa etapa de aprendizagem para os alunos do 4°ano e como você pode contribuir para que esse processo seja ainda mais significativo.

Aluno do 4° ano: como ensina-los?

Visto que as crianças chegam ao 4° ano alfabetizadas, o ponto chave não seria inserir práticas iniciais de leitura e escrita.

O domínio gradual dessas habilidades caminha diretamente ao lado da compreensão de mundo, tempo, espaço e de realidade ao seu redor. Por isso compreender as etapas de desenvolvimento da criança é essencial para auxiliar no processo.

Já sabemos também que é importante considerar cada criança como indivíduo singular, com diferentes conhecimentos, aprendizagens, capacidades e habilidades em relação à leitura e escrita e quanto aos outros conteúdos. O ensino precisa atender toda a diversidade da sala de aula visto que existe uma heterogeneidade em relação ao conhecimento de cada criança e que não deve ser alheio ao contexto em que cada uma delas está inserida.

Então se faz necessário uma sondagem para medir os níveis de conhecimento da turma.

Agora o processo de aprendizagem ganha mais significado e aplicabilidade porque a apropriação da leitura e da escrita está mais amadurecida. Leem e ouvem com autonomia.

A criança do 4° ano precisa aprimorar seus conhecimentos e através de um ambiente que possibilite a construção de novos saberes e habilidades.

Mas como são essas crianças de modo geral? Como envolve-las nesse processo?

Conhecendo a criança do 4° ano

A criança do 4° ano está entre 8 e 9 anos de idade. Embora ainda seja uma criança, ela pode caminhar ora muito envolvida com a infância, ora muito envolvida na pré-adolescência.

Nessa idade as crianças conquistaram autonomia intelectual, compreensão das normas e valores sociais e desenvolveram um conceito mais claro de cidadania.

 Sendo assim, apresentam de forma geral tais características:

  • São mais seguras de si;
  • São mais vaidosas e preocupadas com a sua aparência;
  • Buscam mais formas de se sentirem independentes;
  • Aumento da concepção realista de mundo – são menos fantasiosas;
  • Conseguem disfarçar melhor algumas emoções;
  • São competitivas;
  • Podem passar horas envolvidas naquilo que gostam;
  • São mais críticas em relação a si e principalmente em relação ao outros;
  • São mais atentas ao comportamento dos pais, professores e dos demais adultos a sua volta;
  • Demandam menos atenção dos pais;

Agora que já conhecemos um pouco das características gerais da criança de 9 anos, precisamos proporcionar atividades e interações que, despertem no aluno o interesse pelos conteúdos propostos.

  Leia também: 4 Atividades de alfabetização 3° ano

Como ensinar para uma criança do 4° ano?

Tendo em vista que no 4° ano os alunos já tem uma visão mais ampla do mundo ao seu redor e precisam aprimorar suas habilidades e conhecimentos, os recursos didáticos, atividades de movimento e experiências práticas também são aliadas nessa fase.

As atividades lúdicas muita das vezes são interpretadas como “brincadeiras para bebês e crianças” quando na verdade é toda e qualquer atividade de entretenimento que ensina através do brincar e isso vale para qualquer idade. Embora a habilidade da escrita seja aprimorada através do ato de “escrever”, usando a brincadeira, podemos envolver os alunos e deixar toda e qualquer prática muito mais prazerosa. Toda criança pode vivenciar um aprender divertido. As iniciativas lúdicas nas escolas tem ganhado espaço e potencializado a criatividade, a curiosidade e permitindo experiências enriquecedoras.

O que trabalhar nas atividades do 4° ano?

Toda criança de forma geral, está inserida em um contexto letrado desde muito pequena graças ao convívio familiar e coletivo. Porém, só com o passar do tempo é que ela vincula esse contexto ao universo existencial.

O papel do professor é propiciar essa interação através da convivência, experimentação, construção e aprimoramento de seu aprendizado a fim de formar seres pensantes, cidadãos críticos e instigados a novos desafios.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é o documento de carater normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que os alunos tanto de instituições públicas quanto de instituições privadas devem desenvolver ao longo das etapas da educação básica, sendo assim norteia e define os conteúdos a serem apresentados. Cabe ao professor ser um facilitador criativo dessas aprendizagens.

As principais disciplinas do 4° ano são: português (disciplina base que engloba a alfabetização e o letramento – práticas que precisam ser desenvolvidas em conjunto como um processo contínuo estabelecido à medida que a criança se desenvolve), matemática, geografia, história e ciências. A seguir conheceremos os principais assuntos que são precisarão ser melhor aprofundados dentro de cada uma dessas disciplinas:

Português (aprimoramento da leitura e da escrita)

  • Fonemas e letras;
  • Encontros vocálicos;
  • Dígrafos;
  • Notações léxicas;
  • Palavras com e ou i;
  • Palavras com o ou u;
  • Palavras com bl, gl, fl, pl, cl, tl;
  • Palavras com qu e gu;
  • Palavras com r e rr;

Matemática

  • Números naturais, decimal, a evolução dos números, ordens, classes e algarismos;
  • Números ordinais;
  • Sistema de numeração romano;
  • Operações com números naturais;
  • Problema de adição, subtração,
  • Propriedades de multiplicação pó 10, 100, 1000
  • Dobro, triplo, quádruplo, quíntuplo, sêxtuplo;

Geografia

  • A importância da geografia;
  • A Terra no Universo;
  • Terra, o planeta em que vivemos;
  • O espaço terrestre;
  • Orientação espacial;

História

  • A importância do estudo da História;
  • A formação do povo brasileiro;
  • Os povos indígenas;
  • Os portugueses;

Ciências

  • Elementos básicos da natureza;
  • A água;
  • Estados físicos da água;
  • A água e a poluição;
  • Ar;
  • Água e energia elétrica;

10 Atividades para serem feitas com alunos do 4° ano

A seguir, listamos 10 atividades de alfabetização do 4° ano para que sejam feitas com os alunos. São elas:

  • Leve diferentes tipos de textos (receitas, bulas, regras de jogos, listas, instruções, bilhetes, convites, quadrinhos, trava-línguas, poemas, piadas, símbolos, placas, cardápios, jornais, revistas, informativos) e peça para os alunos distinguirem cada um deles e descrever suas características;
  • Cruzadinha;
  • Desafios/jogos matemáticos;
  • Desafios/jogos de regras gramaticais e ortográficas;
  • Jogo dos 7 erros – divida a sala em duplas e distribua um texto com 7 palavras escritas com erros ortográficos. Vence a dupla que identificar primeiro os 7 erros;
  •  “SOS” das palavras – essa atividade pode ser aplicada desde os primeiros anos do ensino fundamental apenas variando o grau de dificuldade de acordo com o nível de aprendizado da turma – escreva no quadro ou cartolina palavras com erros ortográficos e peça para as crianças corrigirem;
  • Situações-problema com operações matemáticas;
  • Produção textual – “Sobre mim” – peça para a criança redigir um texto falando sobre ela, seus gostos, preferências, alegrias – peça para lerem um para outro. É também uma ótima oportunidade para eles falarem de si mesmo.
  • “Tabuada Viva” – escolha algumas tabuadas e cole de forma aleatória um número dela em cada aluno (eles não poderão saber quais números são) – Depois fale em voz alta: TABUADA VIVA! e cada trio deverá se unir e procurar  seus valor. Ex: 7 x 5 = 35 (os 3 alunos com os respectivos número “7”, “5” e “35” deverão se posicionar um ao lado do outro. Perde o ultimo trio que se formar;
  • Proponha um ditado e permita que eles façam a correção do ditado um dos outros;

Concluímos que o processo de aprendizado ocorre na vida das crianças na escola e ao mesmo tempo na sociedade. Os educadores precisam considerar seu meio social e o tempo de cada aluno para vivenciar esses processos.

 As crianças aprendem a ler e escrever por meio das experiências que lhes proporcionamos e desenvolvem habilidades incorporadas às interações culturais e sociais. 

À medida que elas crescem, com suas características e particularidades, percebem que tudo ao seu redor tem significado, iniciam um processo de leitura de mundo e começam a interpretar e conhecer o meio em que estão inseridas.

Ler o mundo leva a compreensão do espaço, das coisas, dos objetos.

Leitura e escrita fazem parte da linguagem que pertencem ao cotidiano das crianças e dos adultos por isso, tão essencial para inserção social e a expansão intelectual do indivíduo.

O professor tem papel fundamental em proporcionar atividades desafiadoras, um ambiente de aprendizagem positivo, dinâmico e motivador.

Esperamos que tenha gostado desse artigo e que você possa ser instigado a esse desafio que é educar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *