Alunos do 5° ano: Característica dessa etapa na aprendizagem

Aluno do 5° ano: como ensina-los?

O ensino fundamental é a etapa mais longa da educação básica com 9 anos de duração. Os alunos entram no 1° ano do ensino fundamental com 6 anos de idade e saem adolescentes de 14 anos. Essas etapas não estão relacionadas obviamente a aspectos cognitivos apenas.

Mudanças físicas, afetivas, sociais entre tantas outras estão entre elas. O quinto ano é um marco muito significativo. Uma das grandes diferenças também é que agora o aluno passará a ser orientado por vários professores e não apenas por um professor como acontecia nos anos anteriores.

Nesse artigo iremos discorrer sobre as características dessa etapa de aprendizagem na vida do aluno e sua importância. Mas quais são as características do aluno do 5° ano? Veremos a seguir.

Conhecendo o aluno do 5° ano

Sempre é válido ressaltar que cada criança é um indivíduo único com suas características e particularidades. É importante que os professores considerem as diferenças entre eles atendendo a diversidade e heterogeneidade da sua turma facilitando assim o aprendizado individual e coletivo.

Outro ponto importante é que o aluno do 5° ano está no início da sua pré-adolescência. Esses alunos têm entre 10 e 11 anos de idade. A fase da pré-adolescência vai dos 10 aos 14 anos de idade o que é consideravelmente uma fase de salto em seu desenvolvimento. Sendo assim vale considerar de forma geral para essa faixa etária:

  • Sua personalidade está bem marcada;
  • O envolvimento familiar é maior e ele apresenta com muita consistência suas críticas, argumenta, descreve melhor a personalidade dos pais e familiares;
  • Hora prefere passar muito tempo fisicamente com os amigos hora prefere passar muito tempo sozinho;
  • Começa a ter um pensamento mais lógico, complexo e mais maduro;
  • Consegue fazer análises mais complexas considerando diferentes perspectivas para uma mesma situação.
  • Capacidade de desenvolver novas habilidades num ritmo constante;
  • Coordenação, equilíbrio e movimento muito desenvolvidos;
  • A autoestima tem um papel crucial além da segurança pessoal;
  • O comportamento varia de “pequenos adultos” a picos bastante infantis;
  • Tem uma necessidade de apoio dos pais nas execuções de suas tarefas;

Leia também: 4 Atividades de alfabetização 3° ano

Como ensinar para um aluno do 5° ano?

O progresso do conhecimento escolar acontece basicamente pela consolidação do que foi aprendido nos anos anteriores. As demandas de cada fase escolar até podem ser diferentes, mas é certo que as experiências das crianças em seu ciclo escolar, social, cultural, os meios de comunicação, tecnologia a quem ela tem acesso precisam ser usadas ao seu favor.

Assim sendo, seu pensamento crítico, lógico e criativo será estimulado fazendo-os argumentar e reagir àquilo que lhe foi proposto. Basicamente é: mergulhe no universo dos quais seus alunos pertencem e use isso em favor do processo de aprendizagem.

Leia também: Alunos do 4° ano – Desenvolvimento das crianças

O que trabalhar nas atividades do 5° ano?

Nessa fase, amplia-se a autonomia de cada indivíduo, a compreensão de normas e o interesse pela vida social. É nesse momento também que deve ser assegurada uma transição contínua entre as duas fases do ensino fundamental (que agora caminha para os anos finais).

A mudança pedagógica que se dá devido às repartições curriculares (um professor especialista para cada componente curricular), costuma amedrontar os alunos do 5° ano devido às novas exigências de cada professor em específico.

Visto que esses alunos já têm mais autonomia, são mais críticos, conectados e apresentam um pensamento mais lógico, é importante fortalecer essa autonomia de cada aluno apresentando-lhes situações que o façam interagir com diferentes conhecimentos.

O apelo digital é uma realidade. Cada vez mais precocemente crianças e pré-adolescentes estão conectados á era digital e suas atrações. Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde Infantil do CS Mott Children´s Hospital nos Estados Unidos, cerca de metade dos pais de pré-adolescentes entre 10 e 12 anos relataram que seus filhos usaram aplicativos de mídia social nos últimos seis meses.

O ambiente digital tem o poder de divertir, entreter, aproximar pessoas e ganhou um papel fundamental e sem volta no ensino escolar nos últimos tempos. Em contrapartida a todas as vantagens, temos a falta de acesso á internet com fins educacionais á crianças e adolescentes vulneráveis aumentando a exclusão e evasão escolar.

O outro agravante é para as crianças, pré-adolescentes e adolescentes que têm acesso livre e sem supervisão à conteúdos inadequados e a superexposição dentre tantos outras questões como cyberbullying (agressões, ofensas feitas por meios digitais), assédios entre outros malefícios.

Baseado nessa atual realidade, um dos desafios das escolas e dos educadores para com os alunos do 5° ano, é estar conectado e propor uma participação mais consciente na cultura digital e assim contribuir para o desenvolvimento do aluno aproveitando assim o potencial de comunicação desse universo tão digital.

De acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), no 5° ano o aluno deve ser capaz de discorrer sobre diversas temáticas e progressivamente serem apoiados e estimulados para olharem criticamente para elas.

A seguir destacaremos os conteúdos apresentados nessa nova etapa do ensino fundamental para os alunos do 5° ano:

Português

  • Morfologia e lexicologia;
  • Sintaxe;
  • Fluência de leitura e apresentação de senso crítico;
  • Oralidade (variação linguística);
  • Produção de texto com conhecimento linguístico, gramaticais e ponto de vista crítico;
  • Diferenciar o caráter das palavras (mesma palavra com diferentes significados);
  • Acentuação correta;
  • Opinar, defender ponto de vista;

Matemática

  • Números naturais;
  • Números racionais não negativos;
  • Figuras planas e sólidos geométricos;
  • Medida;
  • Expressões algébricas e propriedades das operações;
  • Representação e interpretação de dados;

Ciências

  •  A Terra como um planeta especial;
  • O solo;
  • Rochas e minerais;
  •  A água;
  • Ar;
  • Diversidade nos animais (Características dos organismos em função dos ambientes onde vivem);
  • Regimes alimentares;
  • Reprodução nos animais;
  • Fatores abióticos e os animais;
  • Biodiversidade animal;
  • Diversidade nas plantas (Fatores abióticos e as plantas);
  • Diversidade vegetal;
  • Célula;
  • Classificação dos seres vivos;

Geografia

  • A diversidade do Brasil;
  • População brasileira e a mistura de povos;
  • Cultura brasileira e a mistura cultural;
  • Brasil e seus contrastes sociais;
  • A regionalização do Brasil e sua divisão política e regional;
  • O Brasil e a América do Sul;
  • O Brasil na América;
  • Portugueses e espanhóis na América;
  • O relevo da América do Sul e suas principais economias;
  • O Brasil no mundo;

História

  • O início da República no Brasil;
  • A República de Vargas;
  • A República populista;
  • A história recente do Brasil;

Inglês

  • Artigos;
  • Nomes;
  • Adjetivos;
  • Advérbios;
  • Pronomes;
  • Preposições;
  • Verbos;

10 maneiras de trabalhar com alunos do 5° ano

A seguir, listamos 10 maneiras de trabalhar com os alunos do 5° ano. São elas:

  • Fazer uso de artigos, textos, músicas, narrativas, crônicas, notícias atuais e populares abordando conhecimentos linguísticos e gramáticas propondo análises com uso de senso crítico;
  • Usar a matemática abordando dados matemáticos reais de questões atuais e de interesses dos alunos como tecnologia, música e aplicativos de celular;
  • Abordar questões tecnológicas e da era digital;
  • Abordar assuntos e dados atuais sobre questões climáticas e ambientais;
  • Proponha atividades que lhes permitam fazer escolhas e tomar decisões – isso fortalece a autoestima;
  • Proponha atividades brincantes – toda criança aprende melhor brincando;
  • Use técnicas de comunicação (enfatize os prós e não apenas os “contras”), ofereça alternativas, busque conhecer o que a criança gosta e leve questões relacionadas ao assunto para a sala de aula, fale sobre situações hipotéticas e deixe-os se expressarem livremente;
  • Tenha senso de humor nas abordagens em sala de aula – isso chamará a atenção dos alunos;
  • Em qualquer disciplina, inicie com abordagens que se aproximem da realidade dos alunos – a era digital é uma oportunidade que abre caminho para a abordagem de diversos assuntos;
  • Ouça os alunos – qualquer fala é uma oportunidade de discorrer sobre um assunto relevante de aprendizado individual e coletivo;

Concluímos que o processo de aprendizagem é uma constante. Os alunos do 5° ano de forma geral já são crianças hiper conectadas e antenadas. A tecnologia e a era digital já é uma realidade irreversível.

O uso da tecnologia e o mergulho nessa era, o desenvolvimento de novas habilidades, a aprendizagem de forma divertida e o desenvolvimento da linguagem e comunicação precisam estar alinhados a um ensino consistente para contribuir de forma significativa para o desenvolvimento dos alunos. O 5° ano é uma das etapas de transição do ensino e precisa ser uma base sólida para o inicial do fundamental II.

Esperamos que tenha gostado desse artigo.

Nem sempre é fácil saber que tipos de atividades abordar e fazer com as crianças não é mesmo? Pensando nisso trouxemos uma super dica de como ajudar seu filho a se desenvolver de uma forma rápida, veja aqui !

Leave a Reply

Your email address will not be published.