Literatura negra infantil: 20 Livros com Representatividade Negra

O que é literatura infantil negra?

A literatura negra é entendida pela produção literária cujo escritor é o próprio negro. É também quando a narrativa, o personagem e as vivências são protagonizados por negros. Os movimentos negros que aconteceram em meados do século XX nos Estados Unidos, por exemplo, deram maior amparo para as produções literárias e suas manifestações.

Nesse caso, a escrita era um instrumento de denúncia e repúdio aos abusos e segregação racial. Porém em diferentes tempos e lugares a literatura negra tem seu papel, seu apelo particular e suas motivações. 

A literatura negra infantil tem o papel de abordar não apenas o lado da escravidão como muitas pessoas ainda pensam. Também aborda tradição, racismo, antirracismo, identidade, protagonismo entre tantas outras reflexões colocando assim a igualdade como base para todas as discussões possíveis.

Qual a importância da literatura negra?

A infância sem dúvida é um dos períodos mais ricos em aprendizado. Muitas vezes dizemos que crianças são como esponjas porque absorvem muito facilmente as coisas ao seu redor. Crianças precisam ser entendidas como seres participativos e pensantes e são os adultos do amanhã.

A diversidade é um fato e cada criança trás consigo sua história formada por sua condição biológica, psicológica, social e cultural que muitas vezes vêm atrelados á um histórico de desigualdade, racismo, intolerância, preconceito e desrespeito. 

Somente com políticas públicas que combatam a desigualdade e com informação de qualidade através de leituras diversas é que combateremos as diferenças estruturais e sistemáticas que envolvem cor, raça, credo religioso entre outras questões.

A leitura tem um papel essencial na formação do ser humano e têm seus inúmeros benefícios comprovados.

Através da leitura podemos abordar diversos temas e assuntos que naturalmente serão incorporados e discutidos.  Crianças precisam aprender desde sempre a serem respeitosas, seguras, independentes, antirracistas e reflexivas.  E como ensinar as nossas crianças qual é o seu papel numa sociedade tão diversificada e estruturalmente racista?

Nesse artigo teremos a resposta.

Leia também: 30 Livros para bebês de 0 meses a 1 ano

Qual a importância da representatividade do negro na literatura infantil?

Nos últimos anos muito têm se falado sobre representatividade. Mas o que isso significa na prática? A representatividade de forma geral é ter a visibilidade em um determinado papel ou posição dentro da sua sociedade. É a sua identidade sendo vista e reconhecida.

 É urgente falarmos da necessidade de apresentar para as nossas crianças livros com representatividade negra na literatura infantil e conteúdos culturais que lhes auxiliem a construir representações positivas sobre os negros.

Uma educação antirracista começa quando apresentamos a diversidade como ponto de partida e o racismo como realidade. Mostrar uma NÃO reprodução de estereótipos é o caminho para diversas discussões raciais. Uma sociedade equilibrada de fato é uma sociedade amparada por políticas públicas de qualidade e uma sociedade igualitária. Crianças são a coroa de qualquer sociedade.

Elas precisam se enxergar COMO SÃO para que possam crescer responsáveis, seguras de QUEM SÃO e de todos os papéis de protagonismo que ela pode ocupar. A representatividade não só permite esse empoderamento como faz a criança negra se reconhecer como parte do todo e não á margem.

Qual o objetivo da Consciência Negra na Educação Infantil?

O “Dia da Consciência Negra” é uma forma de homenagear o líder Zumbi, também conhecido como Zumbi dos Palmares. Ele foi um líder quilombola brasileiro que é considerado herói por combater o racismo.

Ganhou notoriedade através de movimentos sociais que atuavam pela igualdade racial através de um movimento chamado Movimento Preto Unido. A data de fato é um símbolo de luta e resistência e tem ganhado cada vez mais visibilidade. O objetivo principal dessa data é de fato conscientizar.

Como já tratamos acima, as crianças precisam ser tratadas como seres pensantes que interagem, sentem, processam informação, assimilam, formulam hipóteses e através de uma educação que começa desde quando ela chega ao mundo, contribuírem ativamente na construção de sociedade mais igualitária.

20 Livros com Representatividade Negra

A leitura é uma oportunidade incrível e transformadora de apresentar para a criança a diversidade com narrativas diversas e desconstruir ou não dar espaços para qualquer ideia de “mundos paralelos”. Não tenha receio de diálogos sobre questões raciais.

Falar e escutar sobre o tema, abre caminhos para que elas se expressem e aprendam sobre seu papel no mundo.

A seguir listamos 20 livros com representatividade negra para crianças:

Mas e os estereótipos, como quebrá-los?

Estereótipo é o conceito padronizado e generalizado pelo senso comum sobre alguma coisa ou sobre alguém. Uma modelo alta e magra, o moçinho dos filmes e desenhos todos de peles claras, as bonecas das crianças sempre brancas e de olhos azuis assim como o “bom velhinho” branco de todo Natal.

Quebrar estereótipos é um dos movimentos da causa antirracista. Princesas pretas são comuns? Que tal mostrar para as crianças que podemos mudar isso?

Canal: Tia Dany Kids

Conclusão

A literatura negra infantil é uma porta aberta para falarmos de todos os assuntos que norteiam o racismo, a desigualdade e todos os males que envolvem essa causa.

Mostrar para as todas as crianças através da informação e da leitura que elas têm um papel transformador na nossa sociedade é fundamental para que caminhemos rumo a uma sociedade mais igualitária, mais humana e sem segregações.

Leave a Reply

Your email address will not be published.